Porque os desconhecidos já não oferecem flores!


Desde que comecei a sair do meu espaço umbilical e a explorar outros blogues que me deparo com uma questão quase comum a todos eles. Sempre que os autores saem do nim, sempre que opinam, mesmo que de uma forma ligeira, aparece um ou dois anónimos em explosão de raiva que os enche de verborreias, algumas vezes desaconselhadas a menores de 45 anos!
Não entendo este fenómeno!
Longe vão os tempos do anúncio ao desodorizante, que valorizava a acção do desconhecido. Agora o anonimato serve para acobertar a cobardia. É isso, no limite que me incomoda, não o facto de se intervir anónimo.
Pergunto directamente a essa mole de opinantes, qual a força que pensam ter as suas palavras quando proferidas do escuro?

Comentários

disse…
Já sofri ataques anônimos em meu blog e fiquei muito chateada (não pelas críticas, mas pelo anonimato). Hoje, tempo em que "tudo" pode, se esconder pra quê?
Pingus Vinicus disse…
Ei Hugo, nem sei o que te dizer. Já coleccionei uma bela colecção de anónimos.

Aliás quando não tenho comentários anónimos fico desiludido, encaro isso como sinal de que não ando a dizer nada de jeito (como agora).

Num acto de soberba, dou conselhos a quem não saiba lidar com essas investidas:)

Já agora, não creio que esses anónimos sejam mesmo anónimos. Não sei...
Hugo Mendes disse…
Mô,
Bem-vinda, muito obrigado pelo comentário!
É precisamente isso!
Hugo Mendes disse…
Pingus,
Anónimos que não são anónimos… explica lá isso!
Pingus Vinicus disse…
Hugo queria dizer que se calhar alguns desses anónimos são gente conhecida de nós, não sei se me fiz entender, gente que conhecemos a face. Não creio que sejam simples anónimos (gente longe do negócio e sem contacto com o mundo do vinho).

Desconfio...
ajfneves disse…
O anonimato sempre fez parte da sociedade e da condição humana! Umas vezes apenas fruto do rudimento do praticante, outras vezes motivado pela malevolência com o intuito de desconstruir o que se não é capaz de construir!

"Pergunto directamente a essa mole de opinantes, qual a força que pensam ter as suas palavras quando proferidas do escuro?"

Faço outra pergunta: Vale a pena escutar ou prestar atenção ao que está no escuro? ... é um esforço desnecessário porque no escuro não vemos NADA e só a luz e claridade têm condição de revelar verdadeiramente algo. Quanto a sons vindos do escuro apenas conseguem dar voz ao NADA...
SUPERVINHOS disse…
Os anónimos são fundamentalmente cobardes. Mas há algo mais grave que os anónimos. São aqueles que no escuro de posições recuadas das instituições e dos fórums procuram através de vários meios pressionar e no limite calar todos os que não vagueiam na sua mediania e se ousam dizer algo que é tabu. são os Salarzitos dos nossos tempos e há muitos.
kuskho disse…
Também eu já recebi alguns comentários menos próprios de anónimos no meu Blog. Se por um lado posso achar triste que alguém não tenha tomates para assumir uma opinião, também posso considerar positivo o aparecimento deste "comentários". Em primeiro lugar quer dizer que somos lidos e em segundo lugar que a nossa opinião conta ou é vista como podendo ter seguidores. Assim, deixem esses cobardolas existirem pois são como as bruxas. Nunca ninguém é, mas que eles aparecem, lá isso aparecem.
Anónimo disse…
Ora o belo do comentário anónimo, quem é que não passa sem ele... muitos deles são ressabiados e outros tantos são daqueles que quando encontramos nos dão palmadinhas nas costas, vagueiam pelos fóruns e no fundo sempre acharam que somos uns chatos. Mas o estilo de escrita é tão igual que mais depressa se apanha um anónimo que um coxo.

PS: O anónimo do Copo de 3

Mensagens populares