13 de abril de 2012

Vale das Areias Espumante Branco 2011



A história é simples e conta-se rápido.
Numa manhã cuja data já esqueci, entra ao portão um tipo, com ar simpático que me procura e pergunta se era quem sou, se confirmava a informação que fulano lhe tinha dado de que sabia fazer espumantes. Aturdido e com algum receio de que aquilo fosse para os apanhados lá gaguejei que sim, que conheço a técnica, que gosto muito de os fazer e que já possuo alguma "vinografia" nestes vinhos de forma a que ele próprio tirasse as suas conclusões.
Menos de 5 minutos foi o que o levou a convencer-me de que queria fazer o espumante dele. A coisa levou mais duas semanas a concretizar-se, mas no fundo, no fundo, penso que para ambos a coisa ficou logo definida ali!
Fácil, certo? Rápido, não?
Poupo-vos aos pormenores técnicos, às vicissitudes teóricas, aos embargos divinos e aos atrasos terrenos.
A tiragem realizou-se  e na visita que fiz esta semana o sacana (do espumante, é claro) deu-me o prazer de se mostrar em plena fermentação!
De futuro conto mais, por agora guardem o nome. Vale deAreias Espumante.
DE momento promete…. 









Sem comentários: