16 de maio de 2012

Adegga Summer Wine Market 2012


Aproxima-se a primeira edição deste evento. A fazer fé nos irmãos de inverno, somado à qualidade crescente da organização, estou em crer que será algo memorável.
Sou um fã do estilo. Adjetivos como descontração, sofisticação e satisfação saem-me imediatamente quando penso no ambiente que se desenvolve à volta do AWM.
Dada a sua característica mais informal, permite, mais que noutros, que movimentos independentes se aproveitem dele e proponham complementos cuja organização decorre completamente à margem da malta do Adegga.
Começo por oferecer algumas ideias aos bloggers. Organizem grupos dentro dos vossos seguidores e marquem visitas guiadas a um número de produtores escolhidos por vós. Organizem um serviço de guia on demand. Há por ai tanta ideia boa para copiar, reinventar, remodelar. Façam, no fundo, qualquer coisa que vos tire o mofo e faça contactar com os vossos leitores. Interajam. Apareçam. Este é o evento preferencial para testarem formatos. (que a malta do adegga não me leia). Lembro-me  da volta que o Paulo Coutinho propôs e que o Carlos Janeiro liderou na ultima edição, como algo provocatório e da qual guardo belas recordações.
Bom, por mim e pelo que represento proponho algo ousado. Proponho aos produtores que fazem parte do TWA facebook o favor de levarem  uma/s garrafinhas dos brancos e/ou espumantes com mais idade que tiverem em casa. Depois, mediante mostra do crachá do grupo (eu sei, eu sei… ainda não os enviei, mas espero solucionar o assunto até lá!) teriam direito à prova exclusiva destes vinhos. Então? O que vos parece? Alinham?

(vejam o video que está aqui)

16 comentários:

Carla Reis disse...

Relativamente à última parte... Acho interessante... enriquece a experiência e permite um certo prolongamento do contacto com os promotores. Venham daí estes "crachás"!!! Relativamente ao repto lançado aos blogs portugueses, não posso falar do ETOVL (uma vez que não respondo por estas intervenções) mas deixo a minha disponibilidade: caso algum blogger precise de uma ajuda logística, estou a disposição :)

Gonçalo Proença disse...

Hugo, acho uma excelente ideia, sinceramente.

Ha blogs e sites com tantas centenas de visitantes, milhares, que poderiam oferecer esse serviço ; no entanto e no seguimento de interessantes conversas no TWA, todos nós temos disponbilidade limitada ( bloggers/etc etc ).

Para organizar visitas dessas guiadas, os bloggers teriam de primeiro ter tempo para isso, que ( e nem falo só por mim ) por vezes fica complicado, depois porque infelizmente a grande maioria de nós não ganha dinheiro com isso e portanto o tempo é limitado... uma coisa é um evento que nós fizemos, exactamente para isso, estar mais perto dos nossos leitores, mais pertos de quem nos segue e lê. isto éuma boa ideia a dar continuidade : mas vejo isto a funcionar lindamente no TWA, com crachas mas em que os bloggers se associariam : ou seja, o ETOVL ( sorry por estar a puxar a brasa à minha sardinha mas gosto de falar da "minha casa" ) convidaria os seus leitores a levarem um cracha, voucher que seria impresso por eles, qq coisa desse estilo e os produtores teriam coisas mais antigas. Sim é uma optima ideia de parceria, o etovl ( e os blogs aderentes, por exemplo ) anunciariam que tinha parceria na TWA para o ASW e como tal tinha direito a x e a y.. por exemplo.

É uma boa ideia, mas não pode funcionar só da parte dos blogs, nem só da TWA nem só dos produtores. Todos têem interesse e acho que trabalhando todos em conjunto, pode-se fazer coisas muito diferentes e ideias fantásticas.


Agora, gostava de saber Carla Reis, porque razão tu chamaste o ETOVL ao barulho ? Já escreveste para o site, é verdade e sempre foste aos jantares e recebeste convites, mas e o teu blog dos copos altos ? Se estas com saudades, podes voltar rapariga :-)

Carlos Janeiro disse...

Aquilo que que ficou conhecido como WineWalk e do qual fiz parte na Edição de Inverno de AWM foi o que posso chamar de uma experiência gratificante. O Roteiro foi escolha minha, o tema também acabou por ser e quem resolveu acompanhar-me acho que não se arrependeu. Voltarei a fazer, com algumas melhorias, outros WineWalks em eventos dos género e não só nos AWM. Obrigado ao Paulo Coutinho pelo desafio lançado. Não estou nada arrependido. Mesmo quando antes de começar alguém se virou para mim e um pouco na risada comigo disse "(...) tomates tens, vamos a ver como te safas (...)". Bora lá despertar o WineWalker que há em nós.

Hugo Mendes disse...

Obrigado a ambos pelos comentários.
Gonçalo, não me parece, de facto nada complicado.
O evento decorre num único dia. Podes perfeitamente consultar a lista de produtores e traçar uma visita guiada (para referir algo em que já participei) por 5 produtores à tua escolha. Combinas no teu blog com os teus leitores e há hora marcada reúnem-se e vão. Simples e eficaz, pois dás cara às letras…
A partir disto podes imaginar o que quiseres. Tens apenas um dia, um evento muito descontraído, uma lista de produtores, uma nuvem própria de leitores….. imaginação e dinâmica é o que falta no resto da equação.
Depois, é como dizes… ganham todos e essa é a peça chave! ; )

Hugo Mendes disse...

Bem dito Janeiro!

Gonçalo Proença disse...

Hugo, a ideia eu acho brilhante.

Pessoalmente, por razões profissionais, não o posso fazer ( trabalho, sim onde ganho dinheiro que muy infelizmente o ETOVL não me dá receitas, só nos da custos a todos :-) ) , pois trabalho na Tivoli.

Mas deixa lançar o desafio no blog e ver se respondem à chamada ; acho uma boa ideia, uma coisa diferente... e lá está, nós ( na nossa casa, que gosto é de falar da minha e não na dos outros... ) gostamos de tentar inovar.

Gostei, vamos ver se pega ! :-)

Agora, como se faria ? com crachás TWA ? ou seja, eu consigo por exemplo 10 ou 20 leitores a irem todos organizados tipo ovelhas andar com alguem do ETOVL de banquinha em banquinha.. quem levaria o cracha ? todos ? arranjas ? ou a pessoa do ETOVL tinha cracha ou identificaria-se e dizia "tenho aqui 10 marmelos que estao comigo?"

dinamica é bom, nem que seja como diz o outro, à pedrada :-)

Carlos Janeiro disse...

Hugo,
Mais uma boa ideia que deixas. Comunicação escrita no Blog a anunciar o WineWalk e dar vida à escrita no WineWalk. Já assentei aqui no caderninho :)

carrafouchas disse...

Assim é que está bem,todos a trabalharem em conjunto com o mesmo fim.Bonito,Parabéns aos internevientes.

Carla Reis disse...

hehehe Gonçalo... Acho que se tens algum problema com a minha forma de interagir, se por alguma razão queres dizer algo e ainda não o fizeste ou se, por outro lado, e tens todo o direito, não deva mencionar o nome ETVOL, fica aqui três considerações:
a) mencionei o ETOVL justamente para dissociar a "minha" opinião de eventuais "colagens" (uma vez que muitos que por aqui passam sabem que escrevia (?) algumas linhas para o site)e imaginar uma pronta resposta do site ao repto lançado pelo Hugo.
b)Hugo, elimina lá o comentário... que não quero ser motivo de desconforto pois
c)Se o objectivo de tantas indirectas com "minha casa" e "nossa casa" é pautar alguma insatisfação pela minha abordagem, peço desde já desculpas.

ps: não deixo de notar uma certa rispidez nos comentários aqui efectuados ( seja dirigidos a mim ou não)... Não entendo esta abordagem.

Carlos Janeiro disse...

Bem... Hugo, este artigo já tem filhos. Nasceu este no meu blog http://comerbeberlazer.blogspot.com/2012/05/do-you-wine-walk.html incidindo mais nos WineWalk.

Gonçalo Proença disse...

Carla,

Tal como já falamos, o que não percebi foi porque mencionaste o ETOVL quando o Hugo não estava a direcionar a critica ou o desafio a nenhum blog em particular.

Quando já há meses que não escreves para o ETOVL e há bastante tempo tens um blog pessoal, não vejo o porque da tua associação - desejo-te a ti e ao teu blog todo o sucesso possivel, um blog de uma senhora com uma conotação no feminino - algo que não há penso eu.

O comentário deixa-o estar.. sou rispido e duro, mas isso por vezes é mal interpretado : não tenho muitas papas na lingua e na minha vida profissional tenho de passar o tempo com "politiques", trabalho assim o obrigas. Na minha vida pessoal ( e o ETOVL infelizmente, tal como disse, não é o meu trabalho ) não o faço, sou directo, frontal e sem grandes puridos - e espero que sejam o mesmo comigo.

Sempre assim fui, sempre assim serei.

Dai a personalizar as coisas, vai outro tanto : quando critico os blogs em Portugal, muito raramente ( para não dizer nunca, não vá eu ter dito algo que não me lembre ) eu aponto blogs em particular, acho deselegante, pelo menos em praça publica - se tenho algo a dizer, digo-o directamente a essa pessoa.

Mas enfim, isto já vai longo, vamos lá mas é unir esforços em torno da ideia do Hugo, que me pareceu algo diferente e engraçado, tanto para bloggeiros, consumidores e produtores ! So saimos todos a ganhar !

Gonçalo Proença disse...

Carlos : excelente ! Vou falar com o resto da malta do ETOVL e ver se conseguimos ( vulgo, alguem tem disponbildiade ) para fazer esse WineWalk e se sim, publicar no nosso site !

Boa inicitiva que lançaste Hugo ! Gostei !

Nuno disse...

Contem comigo. E até propunha outra coisa, anunciar que os bloggers portugueses estavam lá, e à entrada, conseguir juntar 6 a 8 pessoas que fossem entrando e aceitassem o desafio, e seriamos nós a dar uma volta já programada por cada um. Quando a volta acabasse, trocávamos de grupo.

Gonçalo Proença disse...

Nuno : bom twist ! Cada blog anunciava que iamos fazer visitas guiadas, quem lá estava, estava e ia-se rodandos os grupos. Boa ideia !

Hugo Mendes disse...

Bom desenvolvimento. Apenas queria esclarecer um ponto ao Gonçalo, a questão que proponho para os portadores (produtores e consumidores) do crachá é referente ao TWA facebook, o grupo. Tu, por exemplo terás direito ao teu.
No resto, deixo um alerta. Coisas muito organizadas, menos “espontâneas” e individualizadas na fonte, podem ser muito interessantes mas, a meu ver requerem do assentimento da organização. Corre-se o risco de fazer algo contra producente.
No resto, é mesmo deixar fluir as ideias e não quer dizer que todos tenham de alinhar na mesma ideia. Criem-se coisas novas, movimentem-se as águas.
Se querem atribuir a ideia do WineWalk a alguém atribuam-na ao Paulo Coutinho, não a mim. Eu apenas a desenterrei.

Ricardo disse...

Epá ia deixar um comentário a dizer "boa ideia contem comigo" e onde é que isto já vai, confesso que me desanimei um pouco. Mas como não sou menino para me deixar ir abaixo com facilidade (são precisas umas quantas garrafas de bom vinho), digo na mesma... lá estarei e se me deixarem participarei.