6 de maio de 2012

Nova Serviço - O Meu Espumante


(Para saber só do serviço, saltar para as letras verdes)

Se há coisa de que me tenho apercebido (e lido) nesta coisa do Socialnomics, é de que mais importante que apresentar uma ideia completamente definida e deliniada, produto pronto, é fundamental ser rápido e deixar espaço de manobra à evolução orgânica. Que quero eu dizer com isto? É importante deixar espaço para que sejam os potenciais clientes a ajudar no desenvolvimento, adaptando a oferta às suas reais necessidades/vontades.
Um dos exemplos é o serviço Teste de Espuma que lancei há coisa de 3 meses. Curiosamente, ou não, da parte dos produtores “profissionais” não tenho sido muito solicitado para os ensaios, preferindo estes partir logo para a consultoria. Bem sei que o momento em que o lancei não foi o mais propicio,que nessa altura, a vindima tinha passado à muito. Vamos ver o que acontece a partir de Agosto.
Curiosamente, tenho recebido solicitações de outros lados. Dos pequenos produtores que fazem um trabalho que poderemos descrever como caseiro, sempre resultante da enorme paixão que têm pelo vinho. A curiosidade nos vinhos espumantes está a aumentar e por isso não é de estranhar que muitos se interessem por testar os seus néctares a este tipo de vinho.
A pensar em todos os apaixonados desta forma de vinificação, inclusivamente o "comum" dos consumidores, desenvolvi um novo serviço, que designarei por:
 O Meu Espumante. O que proponho, é muito simples e resume-se à espumantização de um pequeno número de garrafas com vinho fornecido pelo próprio (desde que cumpram, logicamente, os predicados mínimos para espumantização). O contratante do serviço poderá receber em casa as garrafas para estágio ou já acabadas.
Existe ainda a hipótese mais ousada de quem contrata o serviço, não possuir vinho nenhum, mas poder escolher casta e região, depois, caber-me-á  calcorrear à procura do dito e caso haja, fazer o espumante na quantidade pedida.
Seja qual for o caso, a ideia é que o vinho não tenha um valor por garrafa muito superior ao preço médio deste tipo de vinhos nos canais de retalho.
De que estão à espera? Lancem-me o desafio…. Vamos!


Sem comentários: