7 de julho de 2012

As escolhas de … Luís Paiva


Mais uma foto rapinada do perfil de facebook do visado. Está a tornar-se crónico.


Luís Paiva. Não vos posso falar muito sobre ele. Não sou gajo de fazer perguntas, não sou do tipo de adivinhar vidas, limito-me a registar mentalmente o que vou ouvindo, ou lendo e isso, regra geral costuma chegar para a avaliação que necessito das características que me interessam. Com o Luis até tenho uma particularidade melhor. Pese embora o facto de já andarmos a trocar “galhardetes” em fóruns e grupos facebookianos há alguns anos, ainda nunca estivemos  cara a cara. Não trocamos o aperto de mão.
Então, porque decidi eu convida-lo a expor aqui as suas recomendações. Não tenho de justificar, mas quero.
De início, possivelmente no fórum da Revista de Vinhos, estranhei-o. Parecia-me um personagem envolto em mistério (e ainda é!), nem sempre entendia as suas fontes, as suas citações… as suas ideias. Pouco a pouco, o Luís foi-se revelando um enófilo com uma cultura invejável, com um conhecimento muito consistente e bem estruturado e pronto, é tudo o que sei dele. É tudo o que me importa saber.
Ah, sei também que é proprietário de uma (ao que parece boa) garrafeira em Espinho. O Gaveto.
Se sentirem falta de mais, deixem as vossas perguntas nos comentários, cuidarei para que tome conhecimento e que venha, caso assim o pretenda, aqui esclarecer.
Sem outro assunto, vamos às recomendações:

Um livro para as férias?
I Drink Therefore I am, de Roger Scruton

5 Livros, “obrigatórios” na estante de um enófilo?
“Estes livros não são obrigatórios na eno biblioteca: são de leitura e consulta obrigatórias.”
O Gosto do Vinho, de Émile Peynaud e Jacques Blouin (a bíblia)
O Essencial da Prova, de Michael Schuster (a sistematização)
Curso de Vinhos, de Jancis Robinson (a globalização)
O Porto e o Douro, de Richard Mayson (a história e não só do nosso melhor vinho)
Food and Wine Pairing, de Robert J. Harrington (porque o vinho não é celibatário...)

5 viagens que o enófilo “tem de fazer”?
"Aqui, entendi ficar-me pelas regiões que acho mais significativas e não entrar em detalhes viageiros..."
Douro
Champagne
Austrália
Chile
Califórnia

Sem comentários: