8 de julho de 2012

Bucelas – Segredo escondido ou ...



Estou danado. Possesso. Lixado. F*****. Sinto-me completamente embraseado. Como é isto possível?
A história é simples e conta-se rapidamente. Sábado, hora de almoço. Pelas necessidades nutricionais da criança somadas à falta de vontade de encher a dispensa depois das férias, escolhe-se ums medalhões de pescada cozidos para o repasto. Invento uma cobertura de ervas para disfarçar o caracter simplista do peixe e vamos ao frio escolher uma garrafa de vinho branco mais velhinho para ajudar a complementar a coisa. Como abro a garrafa em cima da hora, decanto. Sem problemas. Sei que estes vinhos necessitam de oxigenar depois de tanto tempo enclausurados.
Quando provo, fico parvo. Complexidade, mineradidade, força, frescura, notas meladas misturadas com uma fruta ainda muito presente, uma cor fabulosamente fresca…. Que coisa!
Vamos ser francos, não é uma bomba, nada disso. Mas não me envergonha em lado nenhum onde os brancos com alguns anos consigam ser apreciados condignamente.
Agora perguntam vocês. Mas porque porra estás tu, com uma ira engalanada?
Porque este vinho, é de 2005 e  custava a módica quantia de 2,5€. Ouviram bem? 2,5€. E sabem porquê? Porque em Bucelas continuamos a querer vender vinhos bons, baratos e no ano seguinte. Esperar 3 ou 4 anos para que eles sejam realmente bons, ou muito bons não dá! Porquê? Até sei, mas não digo, pois nada tem a ver com questões técnicas!
Menos de 200 ha meus senhores. Um reduto. Berço de uma das castas brancas mais emblemáticas do espólio ampelográfico Português, o Arinto. Solo boníssimo. Clima fantástico. Vinhos com um balanço estrondoso. Boas condições técnicas e tecnológicas. E agora a prova de que até os vinhos mais simples, mais lateralizados em novos (este era uma 2ª Marca), podem mostrar caracter quando envelhecem (coisa que já se sabe entre enólogos e produtores há anos).
Mas que raio andamos nós a fazer em Bucelas?
Volto à carga! E deixo a pergunta! O que fariam os Franceses com esta terra? O que fariam?
Fica apenas a satisfação dos consumidores que, se conseguirem entender o que está aqui, se conseguirem ver para além dos motivos promocionais deste post, poderão comprar para envelhecer, eles próprios, estes vinhos. Façam a experiência com 3 ou 4 garrafas e depois falamos.
Sou homem para vos devolver o dinheiro se genuinamente se sentirem defraudados!

Sem comentários: