3 de novembro de 2012

The Emperor of Wine


"the rise of Robert M. Parker, Jr. and the Reign of American taste"

Desde que ouvi falar de Robert Parker pela primeira vez que me ficou uma enorme curiosidade em saber um pouco mais sobre a forma como este senhor lida com o vinho e, em especial, como chegou ele à posição estratosfera que ocupa na influência sobre o consumo mundial desta fabulosa bebida. 
Pessoalmente gosto de perceber como as coisas aconteceram. O que o levou a este patamar. Quais as suas motivações. Os seus métodos. 
Para mais, a posição que ocupa actualmente não deixa grandes espaços para que seja avaliado com o bom senso necessário. Os que beneficiam do seu trabalho adoram-no. Aqueles que saem prejudicados pelo seu brilho ou têm os seus vinhos preteridos, tendem a detesta-lo.Este livro dá-nos uma visão imparcial da sua história e mostra-nos muitas vezes os dois lados da medalha, do conflito. Muito, muito interessante. Para além disso, caracteriza muito bem como era o mundo antes de Parker e como se tornou depois. 
Trata-se de uma Biografia muito bem escrita, organizada e muito esclarecedora da personalidade do crítico. Embora não possa afirmar que é uma obra essencial na biblioteca de um enófilo (não é!), considero que é essencial nas estantes, tanto dos aspirantes a críticos como nas dos produtores e enólogos. Em especial nas daqueles que trabalham com o intuito primeiro de fazer vinhos para agradar ao grande crítico. 
Li-o de uma assentada durante uns dias de férias. O Livro puxa-nos para a sua companhia e se o acompanharmos com umas boas pingas… sabe ainda melhor. 
Sem dúvida, uma excelente companhia para os dias que se avizinham! 
Recomendo vivamente.

Sem comentários: