5 de maio de 2014

Inspira Portugal - "Brancos Crescidos" - (II)



Prometi que ia dando notícias sobre a organização do próximo Inspira Portugal. Aqui estou eu para fazer o ponto da situação.

Conto, até ao final da semana divulgar o local, a data e os preços definitivos. Estou ainda a ver espaços... está quase!

No contacto com os produtores, tem surgido uma duvida pertinente, relacionada com a idade dos vinhos. "A partir de quando consideramos ter um vinhos crescidos?".
Não acredito, em consciência, que esta pergunta tenha ou vá ter algum dia uma resposta conclusiva, mas tenho de ser prático e lembrei-me que, possivelmente a melhor resposta têm-na aqueles que vendem o vinho. Quem o introduz no consumidor de uma forma menos personalizada. Se quiserem generalizar... os distribuidores!
As respostas que obtive, coincidem, pelo que as tomarei como certas.

De uma forma geral, sublinho, geral, uma distribuidora tem hoje, dificuldade em vender um vinho branco cuja colheita seja anterior a 2010. 
Logo, para o efeito desta prova, consideremos apenas os vinhos de colheitas iguais ou inferiores a 2010.

E pronto, logo que tenha mais informações aviso!




2 comentários:

Anónimo disse...

Estou curiosíssimo...
Como adegueiro, se puder participar conto levar 2 brancos, um de 2006 e outro de 2007. Para já...
Até breve

Ricardo

Hugo Mendes disse...

Obrigado Ricardo! :)