21 de outubro de 2014

Diário - Pondo a escrita em dia


Querido diário:

Durante o período alto da Vindima, é normal e frequente, deixar os registo para trás. Não gosto que assim seja, até porque desta forma, acabam por perder uma parte fundamental do seu "papel" que é auxiliar às decisões. Mas... é vida! Não vale a pena explicar!

Vale-me o treino, aliado a alguma capacidade para analisar os números sem necessidade que sejam organizados em tabelas ou gráficos (longe de ser infalível, contudo!) para ir tomando as decisão nos tempos certos.

Findo o período de maior reboliço, há que voltar ao papel, com algumas análises à mistura a fim de fechar as informações e compilar histórico que me será útil no futuro. Aproveito para tomar algumas notas e começo a esboçar algumas conclusões sobre as decisões tomadas antes e durante o processo de vinificação.
Considero ainda que para as empresas, é importante guardarem um registo histórico de cada vinho.

Confesso que este trabalho, nos seus dois componentes me agrada e desagrada. Se por um lado me aborrece de morte, andar a rebuscar e compilar todos os dados recolhidos durante a "festa", por outro, não deixa de ser verdade que me dá um prazer imenso, pensar sobre os vinhos, rever decisões, tomar notas, projectar futuros,...
Acaba por equilibrar! 
Valha-me isso!

Até amanhã!






Sem comentários: