14 de outubro de 2014

Qual é a bebida nacional?


Aqueles, de entre vós, que gostam de ser os primeiros a responder, chegam-se à frente e gritam com toda a pujança verbal que só a certeza tem: 


VINHO! VINHO! VINHO!

Errado. Muito errado!

Parte de nós, os cidadãos que nascem sem qualquer ligação familiar ao mundo do vinho, levamos muitos anos até provar algo que se assemelhe a isso. Muitos de nós morrerão na ilusão de o ter provado sem que, alguma vez se tenham deliciado com o verdadeiro nectar de Osíris (não sei porque nunca se fala neste, é tudo para o Baco e para o Dionísio).

Eu, pecador me confesso.Tinha perto de 30 anos quando finalmente percebi que gosto de Porto, por exemplo. Que aquilo afinal não é só a emulsão de borras em aguardente que eu me limitei a conhecer a vida toda. Esta discrepância entre o que o comum dos Portugueses conhece e o que existe é válida para todo o tipo de vinhos. È também triste e merece uma reflexão séria e profunda!*

Então agora que já conhecem os argumentos, querem tentar novamente adivinhar qual é a bebida nacional?

Zurrapa?
Errado. A zurrapa foi destronada há 10 ou 15 anos pela actual detentora do titulo.

Senhoras e senhores....

Apresento-vos a XAROPADA. Eis a bebida nacional!

O mais engraçado é que, ao contrário da Zurrapa ou dos Portos maus, esta é uma bebida democrática, pois tanto existe no formato "não é de graça por vergonha" até ao "deixe aqui o couro e o cabelo". Tanto agrada o consumidor mais simples como o mais entendido profissional. Existe desde o simples granel até à mais engalanada garrafa!

Viva  a democracia!
Viva a Xaropada!



*Para quem tem dificuldades em entender a ironia e a interpretar texto, esta é a frase central do texto. O resto é fogo de artifício. ;)

2 comentários:

Anónimo disse...

Boas, Hugo.
Folgo em ver-te muito activo aqui no site.
Passa a vindima e pronto, lá temos o aprendiz de novo ao ataque...
Continua, gosto de ir lendo.
Interessante, aquela cena com a Pós-Graduação no Porto...Haja peito para deslocações dessas. eu não o teria, de certeza!
Em relação aos vinhos ditos teus, fiquei curioso. Também na região de Lisboa? Aguardo novidades.
Continuação de bons trabalhos.

Ricardo, o adegueiro

twa disse...

Os vinhos e a sua região são para revelar no momento oportuno... ahahahha! Vais ter de esperar! ;)

Tenho familia e amigos no Porto que me ajudarão a amenizar o impacto, tenho a certeza!

Quanto ao blog, isto é um hobby que vive muita da disponibilidade e disposição mental, mas do que a física. Vamos andado por cá!
Obrigado por seres um tão fiel seguidor!
Abraço
HM